Quando falamos em crianças e parque infantil, inconscientemente pensamos em escorregas e baloiços, um conjunto de actividades que proporcionam dinâmicas divertidas aos mais novos, como escorregar, pular e trepar.

Por Madalena Madeira de Andrade – Marketing Amoreiras Shopping Center

Mas hoje em dia também é preciso trazer inovação aos tradicionais parques que todos conhecemos e experimentarmos. A solução passa por ter ofertas diferenciadoras e de qualidade. Há que conjugar a diversão, com a perspectiva educacional e de segurança. Os pais procuram, cada vez mais, locais que consigam captar e reter a atenção dos mais pequenos, mas que ao mesmo tempo conjuguem componentes didáticas.

O novo parque infantil instalado no Amoreiras Shopping Center é muito mais do que apenas um parque infantil, é um centro de actividades único, que está disponível desde o Dia da Criança e que tem sido o local ideal para muitas aventuras, momentos de diversão e socialização entre os mais novos. Como sabemos, a maior parte das dinâmicas de um centro comercial não são apelativas para as crianças, uma simples visita ao centro comercial é a maior parte das vezes sinónimo de aborrecimento, mas com novos espaços a pensar nos mais novos bem como iniciativas que envolvem pais e filhos, ir às compras deixa de ser uma tarefa aborrecida para se tornar num momento de experiência, sobretudo com espaços que reúnem momentos de lazer, em segurança e com inovação.

Concebido pela PLAY PLANET, o Amoreiras Towers-Play in Art irá proporcionar às crianças o fortalecimento de estímulos cognitivos, sensoriais e motores. Pular, escorregar, subir e gatinhar passou a ser ainda mais divertido nas ‘’Mini Torres’’ do Amoreiras, que neste centro de actividades estão ligadas por um estratégico e desafiante túnel de cordas. E para se subir às torres, os estímulos propostos são vários, consoantes as preferências de cada criança; por uma rede inclinada, uma parede de trepar com presas ou ainda por uma corda de escalada, para os mais destemidos. A “árdua” escalada será depois recompensada com uma divertida descida, num escorrega tubular em espiral, com cerca de dois metros de altura.

É importante manter a segurança dos mais pequenos, por isso, é fundamental a supervisão de um adulto e até as crianças mais pequenas, a partir de 1 ano de idade, poderão juntar-se à brincadeira, visto que no local existem dois pequenos escorregas, com apenas 0,80 cm de altura.

Numa das fachadas das torres existe um jogo interativo – o Pushbutton Game que desafiará os mais crescidos a conquistar o maior número de botões luminosos, durante um jogo de perícia. Depois da rotação de um volante, que gera energia e inclui um temporizador, este jogo de destreza incentiva à rapidez das crianças ao terem de conquistar o maior número de botões que aleatoriamente vão surgindo luminosos durante o período de jogo, auxiliando assim o seu desenvolvimento motor e sensorial e mostrando que não é um parque infantil como os outros.

Para os adultos pode parecer bastante simples brincar neste tipo de parques, mas o facto de as crianças interagirem umas com outras e conviverem entre brincadeiras, ajuda-os a fortalecer estímulos.